Receita para sustentar a ternura – Editorial #33


Arte: Dora Leroy

A receita é simples, mas toma tempo. Primeiro, é preciso de silêncio. Levante antes de todos na casa. Antes mesmo do sol.

É preciso que você sinta que está fazendo algo secreto nas horas que parecem não existir.

Separe 1/4 de xícara de lavanda e esfregue com leveza as flores secas nas pontas dos dedos.

Com as mãos soltando perfume, pegue uma caneta e escreva três coisas pelas quais tem gratidão e três amigos que tem saudade.

Então, você vai precisar de uma xícara de folha de hortelã frescas. Reserve três folhas para mastigar enquanto você junta a lavanda e a hortelã com 4 xícaras de água.

Sussurre as coisas e os nomes com o hálito fresco quando a água começar a ferver.

Serão 15 minutos com o silêncio da cozinha e da manhã até o chá ficar pronto. Vão ser os sons da borbulha da água, da xícara na pia, dos cães acordando e pessoas saindo pra rua. Os ecos do que realmente importa vão permanecer com você o resto do dia.

Peneire o chá e adoce com mel. O dia pode não ser fácil, mas seja gentil mesmo assim.

 

***

Existe sempre algo mágico em cozinhar. E alimentar – o tema do mês de agosto na Pólen – pode envolver muito mais do que só a nossa comida. Afinal, é uma parte essencial do nosso cotidiano, está nas nossas interações sociais, em livros e filmes.

Também revela como cuidamos de nós mesmos e dos outros. Chá, para mim, é isso: um pouco de conforto que posso oferecer para mim e para os outros. A receita de chá de lavanda e hortelã promete energia para o dia e um aroma delicioso. É uma gentileza consigo mesmo para enfrentar um mundo difícil, tentando manter a ternura.

Fiquem com a receita para esse mês frio. Como passo final, recomendo que convide seus amigos para tomar um chá. Espero que a Milena e a Lorena possam dividir um comigo em breve.

Compartilhe:

Sobre Luisa Granato

Luísa é jornalista e eterna potterhead. Sua casa é a grifinória, mas ela lê como uma corvinal e podia ser a Luna Lovegood. Viajante (inclusive do espaço e do tempo), ela ama ficção científica e histórias fantásticas.