Indicativo de sorte do destino


Um dos desejos mais profundos de todas as pessoas é ter o poder de saber o que acontecerá depois do agora, isto é, saber o futuro. Todos os futuros! Aquele daqui a duas horas, e também o daqui a 20 anos.

“Para onde vamos?”

“Qual é o destino da humanidade?”

Eu não sei as respostas para essas perguntas. Nem eu, e nem o cara que estava sentado ao meu lado olhando para o nada enquanto provavelmente pensava no seu “Depois”. Eu e ele só podíamos responder sobre onde estávamos naquele presente momento: sentados no assento de uma embarcação que nos levou para outra cidade.

Meus planos nessa nova cidade eram conhecer os pais da minha namorada. O do meu vizinho de assento eu não sabia, mas pela quantidade de vezes que tossiu durante a viagem eu pensava que ele visitaria um médico.

Mas os nossos destinos não são feitos para serem desvendados e sim para serem desafiados, construídos e reconstruídos. O agora e as suas surpresas sempre existirão, e o depois é incerto.

O homem que estava tossindo ao meu lado não esperava que eu oferecesse um gole da minha água para ele. E eu não esperava que ele aceitasse, mas para minha surpresa ele aceitou. Eu sempre tento usar a gentileza quando estou impaciente, e o que me deixa mais impaciente é o tempo que levo para chegar à cidade da minha amada.

Algumas pessoas querem que o tempo passe rápido, outros desejam apressar o seu caminho entre o agora e o suposto clímax da sua vida. Eu não julgo esse comportamento das pessoas, mas eu queria que elas atentassem para o fato de que o seu destino da vida será tão maravilhoso quanto o caminho entre o presente momento e o seu “depois”.

Quando a viagem acabou avistei minha namorada que acenou na minha direção. Fui caminhando em sua direção com um sorriso, quando percebi que o homem que me importunou com a tosse durante toda a viagem vinha atrás de mim com a minha garrafa de água na mão como se estivesse me perseguindo.

As oportunidades te perseguem. O seu destino depende da sua vontade de viver o presente. E assim, quando você menos espera, o seu futuro do pretérito, cheio de incertezas e irregularidades se transformará no seu futuro do presente. O “depois” de um “agora” que foi bem vivido, e perfeitamente seu.

A perfeição também exige sorte, e ela fez o homem que me irritou a viagem toda e que eu escolhi ser gentil, me passar, abraçar a minha namorada, chamá-la de “filha” e perguntar se ela havia lhe trazido o remédio que ele lhe pedira.

Afinal, o seu depois é a consequência da sorte de um Pretérito Perfeito.

Compartilhe:

davidhist92@gmail.com'

Sobre David

David é um professor de História que divide a sua vida em estudo, trabalho e diversão, necessariamente nessa ordem (mentira). Curioso e admirador da cultura urbana popular. Como bom carioca, ele gosta de se misturar em todo lugar que vai.

  • Yasmim Medeiros

    Tá no curso errado, David! Ahahhahah, texto incrível.