Escova de dente


Texto: Lorena Pimentel

Não era minha primeira vez na casa. Há alguns anos, talvez na pré-escola, havia estado lá. Em uma festa de aniversário: em uma sala vazia, nós brincamos de deslizar de meias pela madeira. Quase uma década depois, eu tentava reacender uma amizade perdida. Só de entrar no quarto daquela quase-amiga, me arrependi da minha decisão. Uma festa do pijama significava horas demais.

– Esqueceram escova de dente, meninas? – a mãe dela disse – Podem pegar no armário. E marquem o nome de vocês para a próxima vez.

Marquei. Nunca mais fui lá. Me pergunto quanto tempo a escova ficou naquele banheiro cor-de-rosa.

A ideia dessa seção, que chamamos de “curtas”, é dividir micro narrativas. Expressar ideias e contar histórias em poucas palavras. Esperamos que gostem/mandem as suas narrativas para essa seção também 🙂

(Esse primeiro, por exemplo é um drabble: exatamente cem palavras) 

Compartilhe:

Sobre Lorena Pimentel

Paulistana que preferia ter mar, entusiasta do entusiasmo, Grifinória com medo de cachorros, defensora de orelhas pra marcar livros, não gosta de açúcar, colecionadora de instagrams com fotos de bebês, oversharer no twitter (@lorebpv) e uma eterna vontade de ter nascido Rory Gilmore.