Como a gente sabe que o futuro chegou?


Texto: Miguel Doldan // Arte: Raquel Thomé

Abre cena. Protagonista, no início da jornada do herói, passa por uma pequena série de acontecimentos ou falas que explicam como sua vida está apenas começando, como os problemas que ele tem agora são apenas um pequeno obstáculo e como tudo em breve vai ficar melhor. Sabemos que isso é verdade porque o foco do filme nunca é o começo de nenhum problema, ou o meio, mas sim como o protagonista vence aquela adversidade.

Corta pra uma linda montagem de um minuto e meio com várias cenas de superação e uma música da Natasha Bedingfield.

Pronto. Estamos no futuro.

Existe sempre esse pulo entre o que o personagem era e o que ele se tornou, mas nós nunca vemos o que aconteceu pra ele chegar lá. A vida real, porém, é exatamente esse um minuto e meio de repetição do refrão de Unwritten.

A verdade é que o Jota Quest estava certo ao dizer que vivemos esperando dias melhores. Talvez seja porque baseamos nosso comportamento em todos os filmes e séries que consumimos, ou talvez seja porque todo ser humano se sente um pouco especial, o centro do próprio universo. Acreditamos ser protagonistas de um filme, com direito a trilha sonora no fone de ouvido e uma lista de coadjuvantes cuidadosamente selecionada. E, por isso, esperamos que a vida seja igualzinho no cinema, onde as partes chatas são cortadas ou resumidas em pequenas sequências de trinta segundos.

O problema disso é que passamos grande parte do nosso tempo nesse mundo apenas esperando, sem de fato agir para que o futuro aconteça. E então temos vinte e poucos anos e aquele gostinho amargo no fundo da garganta de quem sente que passou metade da vida e ainda não fez nada. Pra quem está passando por isso ou tem medo de quando esse momento vai chegar, eu trago duas boas notícias:

  1. Os créditos finais ainda não estão subindo! Não existe uma idade certa para a realização de nada. O futuro acontece diariamente e ele é moldado de acordo com as decisões que você toma a todo momento. Então, toda hora é uma boa hora de dar aquele primeiro passo que vai fazer a sua vida tomar o rumo que você sempre quis.
  2. Pode não parecer, mas você já está vivendo o futuro mágico que sempre quis! Lembra quando era criança e perguntavam o que você vai ser quando crescer? Você já chegou nesse futuro! Ou ano passado, quando chorou por que ainda faltava um ano para a nova temporada de House of Cards? Pois é, esse futuro já chegou também!

Estamos o tempo todo planejando grandes objetivos no futuro, inalcançáveis, e isso dá a sensação de que nunca chegamos a lugar algum. Talvez seja hora de celebrar as pequenas passagens de tempo que nem nos damos conta que acontecem. E não perder de vista que o momento mágico de transição nunca vai acontecer se não agirmos no hoje.

Afinal, o hoje não é só o presente. Ele também é o futuro do seu ontem.

Compartilhe:

Sobre Miguel Doldan

Sonserino, sagitário e Criminal Minds trash. Quando era criança, decidiu que ia viver da escrita e ninguém teve o bom senso de impedir. Hoje é jornalista e tenta sustentar seus dois gatos e o vício por Pepsi com isso, enquanto desbrava e conquista São Sebastião do Rio de Janeiro. Adora comédias românticas problemáticas e, de vez em sempre, escreve ficção.