Categoria: Versos



Texto: Lara Matos // Arte: Raquel Thomé São muitos milhares menos Você cada vez que olho a rua.   O calor da tarde Explode fagulhas de Azul pálido: então Eu ardo àquela hora Em que um lapso com nomes Me põe em queda livre.   Cada vez mais banhos quentes […]

Mapas


Texto: Eduarda Vaz Aqui! Olha! Repara! Para! Um minuto Por nós Por favor      Por nós!   Daqui e daí fiz nascer essa voz Por nós Sei que esquecestes de mim Fiquei diminuto Recluso.   Nossos nós quase desataram.   Então, Só me escuta Só me sinta Fiquemos a sós.   […]

Abraça-nos



Texto: Aline Pires // Arte: Julia Saldanha Só queria mesmo viver da arte Das coisas que a natureza dá Mas que arte era essa Nem sabia explicar   Eram poemas de palavras mudas E desenhos de páginas brancas Da ponta do lápis saiam apenas Mais preocupações francas   Mas amava […]

Artista



Texto: Lara Matos A mulher de um homem só carrega um fantasma pesado nas costas embora ela consiga manter a postura, ponha um saltinho bonito e desfile.   Tem, como todas, namorados e quase grandes amores, e ainda opera o milagre de cuidar para que a parte boa de um […]

Parábola



mais uma tarde normal cercada de gente assuntos vozes risadas constatações importantíssimas ela ouve, ao vento, um comentário ressalta aos ouvidos constelação de salsinhas? há riso ao fundo o pensamento a invade: com tanta gente, há pouca gente nem mesmo uma “constelação de salsinhas” me fariam feliz.

estrela



Texto: Morphine Epiphany Algumas fibras de silêncio são perpétuas. Aquela tênue pausa entre o beijo de encerramento e a poeira estagnada da despedida.  E’ aquela língua a tremer em uma fúria que jamais se solta em palavras.  São os batimentos tão miúdos e falhos, quase em óbito acidental. Às vezes, […]

As fibras silenciosas









Texto: Yasmim Medeiros O carnaval, a fuga dos meus problemas, as minhas férias de mim, a festa da carne tudo teve seu fim e na quarta-feira de cinzas, eu percebi às quatro da tarde que eu não só ardi em carne, como a comi mas o assunto não é esse […]

É só rodopiar







Ilustração: Raquel Thomé   Meu amor, muito me alegra ser tua estrela-guia e por isso Minha prece mais sincera: Por mais que eu mereça e Mesmo que veja Luas de ágata, sóis de citrino, cometas Ao meu redor em dossel Não querido, não perca A imensidão dos seus olhos Num […]

Translação



Quando declarei o fim de nós duas Sentada naquele café, em meio ao vento Não fazia ideia da amplitude que tomaria Esse nosso rompimento Nunca pensei que ia sentir falta Da sua cabeça, Que estava sempre ali, Para eu fazer cafuné Nem do caminho entre sua casa e o metrô […]

Pedaços de ausência