Categoria: Paperback







Texto:Marina Cavalcante // Arte: Zine 'Azul é a cor mais bad', Dora Leroy O que são Liberdade, underground, ligado a movimentos sociais, artes, música, cinema, quadrinhos, ficção científica, ilustração, poesia. Muita coisa cabe num fanzine, ou zine, numa linguagem mais atual e pop. Não é um livro, não é uma […]

(Fan) Zines: um jeito de se comunicar


Ok, é verdade, eu fui uma estudante que odiava ler poemas. Não gostava de saber sobre poetas. Não achava nada bonito e emocionante aquele texto todo desfigurado, que fazia as coisas mais simples parecerem códigos indecifráveis. Fui, também, a pessoa que não quis, por um longo tempo, conhecer a poesia. […]

A poesia é para quê?













Organização: Amanda Tracera Embora estejamos inseridos em uma sociedade que preza cada vez mais pelo contato carnal, falar abertamente sobre masturbação ainda não é uma prática muito comum, especialmente no ambiente feminino. Apesar das suas inquestionáveis qualidades e de ser uma atividade que a grande maioria das pessoas vai, em […]

30 confissões sobre masturbação para acabar com o tabu












Texto: Ariel Carvalho Os Beatles chegaram aos Estados Unidos em 1964, e encontraram adolescentes desesperadas e completamente acometidas pela Beatlemania. Em sua primeira visita, em fevereiro, passaram por programas de televisão e fizeram algumas apresentações. Quando voltaram, em agosto, ficou claro que a banda atingira um nível de fama e […]

Oito dias por semana: as turnês complexas dos Beatles





Texto: Isabel Moraes Trigger Warning/Aviso de gatilho: esse texto discute a respeito de transtornos mentais como depressão e ansiedade e livros que abordam temas como suicídio e automutilação. Transtornos mentais são tão sorrateiros e não podem, ao contrário da maior parte das doenças, ser detectados por exames laboratoriais ou de […]

Falando (ou lendo) sobre saúde mental: livros que me ajudaram ...


Texto: Lara Matos Em Budapeste, romance de Chico Buarque, o protagonista aprende a “única língua que o diabo respeita”, e após ter razoável domínio desta, escreve um livro de poemas em um húngaro “belo, porém sem alma”, segundo os críticos, parecendo de um estrangeiro, como de fato era. Escrever em […]

Traduções perdidas: 18 livros que merecem ser (re)editados no Brasil