Categoria: Fazendo orelha







“Vocação” é uma palavra um pouco forte, principalmente quando tratamos de escrita. Meus primeiros “gurus” neste aspecto foram Neil Gaiman e Stephen King, dois grandes defensores da necessidade da prática constante do ato de escrever para a melhora – de acordo com este primeiro, inclusive, não existe nada como um […]

“Romancista como vocação”, de Haruki Murakami






















“Então aqui estou, de cabeça para baixo, dentro de uma mulher. Braços cruzados pacientemente, esperando, esperando e me perguntando dentro de quem estou, o que me aguarda.” É assim que Ian McEwan inicia seu romance mais recente, Enclausurado (tradução de Jorio Dauster), narrado por um feto. E não um feto […]

“Enclausurado”, Ian McEwan







Uma família islandesa perde uma das filhas gêmeas, e precisa lidar com as consequências emocionais da perda. Uma pessoa navega uma cidade grande, cada vez mais opressora e estranha, se sentindo cada vez menos pertencente a ela. Dá para perceber a solidão entranhada nas duas situações. No primeiro caso, é […]

O atlas da desumanização