A grande fuga – Uma Playlist


Livros, séries, filmes. Música. Tudo isso pode ser considerado uma forma de entretenimento, mas, sobretudo, em alguns casos, um modo de fugir da nossa realidade, uma válvula de escape para canalizar frustrações, dores, tristezas, um coração partido e, por que não?, um pouco de nossa felicidade também.

Nesse contexto de produtos midiáticos que podem ajudar a abafar – de maneira saudável, claro – o turbilhão de sentimentos e contribuir no processo de absorver e lidar com determinada situação, a música ganha um lugar especial. Prática, rápida, fácil de nos envolver, com a música estamos a distância de um toque de ouvir palavras, melodias, tons que tocam nossa alma e parecem compreender e refletir tão bem a situação que estamos vivendo. O que melhor, então, do que montar uma playlist com o tema do mês da nossa edição? Fugir muitas vezes não é bom, mas, por vezes, é uma das únicas e quem sabe, a longo prazo, melhor das opções que se tem para conseguir reemergir como a melhor versão de nós mesmos.

Claro que a fuga, como algumas músicas das playlist que montamos mostra, nem sempre é sobre a nossa vontade ou necessidade de escapar, seja do que for, mas também pode ser sobre a evasão de alguém que amamos ou de conseguir parar de fugir, fazer o caminho inverso e voltar a ser o protagonista da nossa própria luta.

Músicas da playlist

Freedom – Beyoncé

Green Light – Lorde

Queen – Bohemian Rhapsody

Ready to Run – One Direction

Fox on The Run – Sweet

Born To Run – Bruce Springsteen

I’m Born To Run – American Authors

Let It Go – Frozen

Run Away With Me – Carly Rae Jepsen

Getaway Car – Taylor Swift

Run Boy Run – Woodkid

We Don’t Run – Bon Jovi

Run Through The Jungle – Creedence Clearwater Revival

Whenever This Goes – The Fray

Runaway Baby – Bruno Mars

Compartilhe: