177230
24 de dezembro de 1989, 9 da noite. Palavras bobas, a princípio, mas que te mudarão para sempre, se você permitir. Em pouco tempo, Mark Cohen vai te apresentar ao documentário que ele está filmando: as histórias e lutas de seu grupo de amigos, e te dizer que Roger Davis […]

Viva a vida boêmia!


lancamento-minhas-duas-meninas-de-tete-ribeiro
Texto: Paloma Engelke   O título Minhas duas meninas engana. Quando nos deparamos com ele, somos levadas a acreditar que o livro é sobre as filhas gêmeas que Teté Ribeiro, a autora, tem no final de 2013 por barriga de aluguel na Índia. Não é. A obra conta, em parte, a […]

“Minhas duas meninas”, Teté Ribeiro


Foto 22-08-16 10 09 09
Remy queria aproveitar seu último verão com as amigas antes de ir para a faculdade. Sem namorado, sem compromissos. Até que ela conhece Dexter. O garoto é tudo aquilo que Remy não gosta: desajeitado, impulsivo e ainda por cima músico, o primeiro item de sua lista de “garotos-para-não-namorar-nunca”. Ela não […]

“Uma canção de ninar”, Sarah Dessen



pólen10
Texto: Analu Bussular // Arte: Raquel Thomé Durante minha caminhada na literatura, já me deparei várias vezes com histórias sobre a Segunda Guerra – ou até mesmo outras guerras. Fazendo uma rápida zapeada pela memória, digo que todos eles partiam da visão de quem estava sendo atacado, injustiçado e sofrendo […]

“O menino no alto da montanha”, John Boyne


IMG_6363-1170x500
Texto: Amanda Ariela // Arte: Marília Pagotto Eu odeio lugares fechados. Não chega a ser aquela claustrofobia que me impede de andar de elevador e de viver uma vida normal, mas eu não me sinto confortável. Se não vai durar 10 ou 15 segundos, não estiver em movimento e se […]

O metrô e o outro


rp_every-you-every-me-199x300.jpg
Em “Every You, Every Me”, David Levithan traz a história de Evan e Ariel. Levithan combina suas palavras com as fotografias de Jonathan Farmer, levando o leitor por uma viagem tão visual quanto de leitura. A trama acontece depois que Ariel se foi, e alguém começa a deixar fotos para […]

“Every You, Every Me”, David Levithan



window-941625_1280
Existe algo de fascinante em olhar as pessoas dentro de suas casas, sem que elas saibam que você está observando. Desde pequena gosto de olhar para as janelas alheias, ver o que as pessoas estão fazendo e imaginar histórias, rotinas, amores, ansiedades e angústias para os que estão lá dentro. […]

Dolores


zoey-deutche-no-filme-antes-que-eu-va-2
Texto: Paloma Engelke A escola normalmente é nosso primeiro grande laboratório social. Um dia estamos felizes, contentes e seguros em nossas casas, assistindo desenhos e achando que tudo o que importa no mundo está dentro daquelas quatro paredes; no dia seguinte nos vestem em uma roupa nova e sem graça, […]

Todos somos o um, todos somos o outro


oitnb
Texto: Vick Amorim Que Orange Is The New Black é uma das séries de maior sucesso da Netflix e que ela promove os mais variados debates sobre questões que acontecem na nossa sociedade, não é novidade, mas como as coisas mais óbvias muitas vezes são as em que menos prestamos […]

Presas até a gaiola ficar cheia: Orange Is The New ...



81xjpTtaOAL
Apesar do pouco gosto que nutro por ensaios de crítica literária, sempre me chamam atenção livros que se propõem a falar de livros. Talvez seja porque eles carregam consigo um tom metalinguístico estranhamente casual, de quem não quer discutir o objeto livro, sozinho, mas sim todos os outros fatores que […]

“A livraria dos finais felizes”, Katarina Bivald


jenny lawson migas
Texto: Analu Bussular A leitura, por si só, é considerada uma atividade solitária. Faz sentido. Entende-se por leitura, na maioria das vezes, pegar um livro, sentar e ler. Mas essa é somente uma das maneiras possíveis. Ler sozinho é muito interessante também, mas ler acompanhado é uma delícia e ainda […]

Sobre ler acompanhada


05df62f0-cddb-0133-972e-0ec2e53676a1
Texto: Maria Raquel Silva, Maynnara Jorge, Rovena Naumann   Antes de Meninas Malvadas e The Craft, muito antes de Scream Queens e de todas as garotas loiras populares e malvadas nos seriados, havia Heathers (no Brasil “Atração Mortal”, 1988). Veronica é uma garota certinha que vira amiga das três meninas […]

Heathers: como vemos o outro



tumblr_static_eryx7x4ixggksogk4socsw8kw
Texto: Ariel Carvalho Se você entrasse no tumblr em meados de 2012 e fosse parte do fandom Klaine (Kurt e Blaine, de Glee, para quem não conhece), ia ver uma histeria em massa. Todo mundo – e eu quero dizer todo mundo mesmo – estava louco com as atualizações de […]

Os sete números de um fandom


Thomas e sua inesperada vida após a morte
Texto: Marília Barros A primeira coisa que me chamou a atenção em Thomas e sua inesperada vida após a morte, da autora Emma Trevayne (de Voos e sinos e misteriosos destinos, também publicado aqui pela Seguinte), foi o mistério da premissa: na véspera de seu aniversário de doze anos, Thomas […]

“Thomas e sua inesperada vida após a morte”, Emma Trevayne


mareska
Texto: Mareska Cruz Eu sou uma pessoa desorganizada por natureza. Quer dizer, a minha noção de organizar posts pro meu blog, por exemplo, consiste em anotar coisas no mesmo caderninho que eu uso pra milhões de outros assunto e depois ter que ficar caçando em que canto ou página dele eu […]

Goodreads ou Skoob? Por que não os dois?



outroscantos
Outros cantos é um livro difícil de ler. Não porque não seja bom – pelo contrário, ele é excelente – mas não é do tipo que você carrega por aí na bolsa e lê enquanto espera o ônibus. É do tipo que você coloca na mesa de cabeceira, aprecia nas […]

“Outros cantos”, Maria Valéria Rezende


91US2MFCGYL
Texto: Amanda Ariela Esse livro é doido. Completamente doido, pirado e, o pior, ele sabe disso. E ele não vai ficar satisfeito até que você fique completamente confuso e imerso em bolas de tênis, nas tranças de Ana Bolena, nas conquistas de Hérnan Córtez e Vasco de Quiroga e nos […]

“Morte Súbita”, Álvaro Enrigue


euridice gusmão_topo
Texto: Fernanda Menegotto “Será que a vida é só isso?”, se pergunta a protagonista de A vida invisível de Eurídice Gusmão, romance de estreia de Martha Batalha, quando para pra refletir a respeito de sua rotina. O marido sai para trabalhar, os filhos vão para a escola e ela fica, […]

“A vida invisível de Eurídice Gusmão”, Martha Batalha



Saga
Texto: Isabel Moraes   AVISO DE SPOILER: se você não quer saber nada que acontece na saga, ignore esse texto.. A gente se vê quando você terminar 🙂 Fui dessas leitoras que encarou a trilogia transformada em série A seleção com alguma desconfiança. A ideia de um reality show de […]

As mulheres de Kiera Cass


14071_gg
Texto: Bruna Kalil Alice Sant’Anna é expoente de uma nova geração de poetas que têm nascido e florescido no Brasil contemporâneo. Com apenas 28 anos, está no seu terceiro livro, e já fez parcerias com grandes nomes da nossa literatura, como Armando Freitas Filho. Carioca, lançou neste ano o singular […]

“Pé do Ouvido”’, Alice Sant’Anna


AF-dentes.indd
Texto: Lara Matos   Em meu aniversário de 25 anos, recebi um vale presente de livraria para a compra de livros ou ebooks. Durante a escolha, dois títulos de autoras mexicanas me chamaram atenção: Reze Pelas Mulheres Roubadas, de Jennifer Clement e Rostos na Multidão, de Valeria Luiselli. Apesar das […]

“A História dos Meus Dentes”, Valeria Luiselli



JAPG6-jane-austen-penguin-front
Texto: Helena Zelic Existem revistas. E existem revistas de mulher. Existem filmes. E existem filmes de mulher. Existem livros. E existem livros de mulher. Entre um e outro, um abismo de desigualdade, cavado pelas estruturas sociais. Como falar de literatura universal se as mulheres, seus escritos, seus trabalhos e seus […]

A outra literatura


rp_oceudelima-656x1024.jpg
José Gálvez e Carlos Rodríguez apreciam o trabalho do espanhol Juan Ramón Jiménez. Querem ler seu novo livro, mas não o encontram em Lima. De duas mentes fora da casinha surge a ideia de pedir um exemplar por meio da ficção. Quer forma mais prática? Já dizia Vincent Van Gogh: […]

O céu de Lima, de Juan Gómez Bárcena


Daehyun Kim
“Agora – mas desde sempre – não moro bem dentro do meu corpo, daí, acreditar em alma de outro mundo. Não sou o do espelho. Certa estranheza me incomoda. O desconforto solicita-me liquidar o imóvel. Sempre sou um outro morando em mim.” ― Bartolomeu Campos de Queirós, Vermelho Amargo     […]

(To The Other Side) – Uma playlist



osoutrossite
Arte: Gabriela Amorim Você nunca sabe o que o outro está pensando. Bom, pode tentar imaginar, mas a verdade é que sempre estamos presos na nossa própria consciência. Isso significa que cada um de nós tem uma vivência única: experiências, lugares, impressões e sensações de cada um de nós. Mas […]

De um jeito ou de outro – Editorial #21


tumblr_o8rt4ij5fO1ucbgpco1_1280
Texto: Amanda Tracera   Demorei muito tempo para me tornar leitora. Ao contrário da grande maioria de pessoas que acompanho pelos canais literários que a internet proporciona, não tive muito incentivo quando era nova e não colecionei inúmeros quadrinhos e histórias infantis; na verdade, o hábito da leitura só se […]

Ode ao meio do caminho


starnger-things-kids
Texto: Priscila Godoy Eu sou grande fã dos anos oitenta. Tipo, grande fã mesmo. Acredito que por ter nascido nessa década, eu tenha esse entusiasmo todo e curiosidade. Eu nunca encontrei um seriado que alimentasse tão mais a paixão por esses anos do que Stranger Things, produção original da Netflix. […]

Stranger Things: amigos não mentem



5442822446_8642f48a49_o
Texto: Paloma Engelke Era um parque. Muita grama, um lago bonito, tempo não muito quente e um sol preguiçoso. Se fosse um espaço real, com certeza estaria fervilhando de gente deitada, crianças correndo e famílias fazendo piqueniques. Mas o que é real, e o que não é? No nosso parque, […]

Reunião de cúpula


label
Texto: Amanda Tracera   Existem algumas frases que marcam a maior parte da nossa infância – ou da infância de uma quantidade significativa de pessoas – e que nos acompanham durante os anos seguintes. A grande maioria delas vira piada na mesa de bar, comparação entre os amigos, um jeito […]

Rótulos


A-Series-of-Unfortunate-Events-emily-browning-20685263-1706-960
Texto: Lara Matos Juvenília é um termo usado para as primeiras produções de artistas conhecidos (poetas principalmente), muitas vezes em tom pejorativo. Trata-se, geralmente, do período de construção tanto da personalidade quanto do eu artístico. Menosprezar os inícios é usual, porém concordo com aquela teoria de que todo livro de […]

Folhas da Juventude