Arte: Gabriela Schirmer // Texto: Lara Matos Eu tinha muita curiosidade sobre meu nome, que foi escolhido por meu padrinho e aceito por meus pais em uma espécie de estalo. Descobri que seu significado é mais mágico do que eu podia esperar, e que também foi um pouco profético sobre […]

A História do Meu Nome (ou tudo o que tenho ...


Eu falei aqui sobre algumas poetas contemporâneas que fazem da poesia algo diferente das escritoras que somos ensinados a aprender na escola. Essas mulheres trazem o amor romântico e a solidão em seus versos, mas de forma mais crua, menos lírica. E o bônus sobre elas é que dialogam diretamente […]

“the princess saves herself in this one”: uma busca por ...


Texto: Debora Theobald Ou: Quanto mais clichê (s), melhor. Você certamente já ouviu a palavra clichê. E, provavelmente, ao ler isso deve ter tido um dessas reações: seus olhos brilharam e seu coração se aqueceu ao imaginar todos os clichês possíveis que você tem conhecimento. Ou, claro, a reação provavelmente […]

“Qualquer Clichê de Amor”, org. Nathália Campos



Não sei bem o que eu estava esperando quando comecei a ler Sempre vivemos no castelo de Shriley Jackson. Talvez estivesse esperando monstros e sangue; um terror tradicional. Apesar de não ter me dado isso, Castelo me fez entrar na mente de Merricat Blackwood (ou Mary Katherine) e, ainda assim, me deixou apavorada. Merricat […]

“Sempre vivemos no castelo”, Shirley Jackson


Quando a carta de Fernanda chegou, Pedro estava no fundo da casa. Havia acabado de dar o milho às galinhas, que ciscavam vorazmente sob seu olhar distraído. Ajeitou o chapéu para melhor se proteger do sol escaldante. Meteu um talo fino de mato nos lábios antes de correr os dedos […]

Laranjeira


Arte: Natália Damião // Texto: Paloma Engelke No início, eu estava no escuro. Aconchegada com várias iguais a mim, em silêncio absoluto, descansando à espera de algo que ainda não sabíamos o que era. Então veio um chacoalhão, um barulho de algo sendo rasgado, e uma luz muito forte invadiu […]

Minha vida com você



Arte: Bianca Albino A primeira vez que me colocaram a questão “se uma árvore cai numa floresta e não tem ninguém por perto para ouvir, ela faz barulho?”, eu não entendi bem qual era a dúvida. Eu não pensei muito, mas parecia óbvio para mim que o som da árvore […]

Até as raízes – Editorial #36


Texto: Ariel Carvalho Era para ser um filme B de horror, uma espécie de homenagem e sátira aos filmes de terror da época, mas acabou se transformando no maior clássico cult. O filme tem o recorde de maior tempo de exibição – há um cinema em Munique que o exibe […]

Rocky Horror Picture Show


Histórias de época contadas com olhos modernos têm sempre suas vantagens. Podem mostrar camadas e tipos sociais que as obras do período ignoraram por preconceitos, tabus ou simplesmente por acharem que o assunto não seria interessante o suficiente. As histórias de época que trazem a tona narrativas ignoradas são importantes, […]

Os mistérios de Miss Phryne Fisher



Texto: Cláudia Cruz // Arte: Elisa Gergull A bruxa colocou no caldeirão cinco gotinhas de baunilha, sem parar de bater a massa. Ela nunca havia tentado essa receita antes, e apesar do cheirinho bom de algodão doce, a mistura não estava nada atraente aos olhos. A fumaça rosa que começou […]

Velha infância


Texto: Gabriela Martins // Arte: Marília Pagotto Carina considerava um ataque pessoal seus pais não terem jogado fora o Charlie Brown e a Grande Abóbora da Manuela. Ela tinha tentado por conta própria, mas sempre que escondia o DVD, Manuela encontrava. Sempre que tentava guardar a caixa sem o disco […]

Manuela e a Abóbora Gigante


Vou começar este texto falando sobre Einstein. Como assim? O que ele descobriu científica e “objetivamente” sobre o tempo é um dos pontos-chave para a leitura de cartas: a relatividade do tempo, como ele é um conjunto de percepções que não obrigatoriamente segue o enquadramento de dias, semanas, meses e […]

Embaralhados



Mia levava uma vida normal e tranquila de garota normal e tranquila do sexto ano. Até encontrar aquele pacote misterioso com um bilhete misterioso que continha uma única frase: “quer sentar do meu lado hoje na perua?” e dois quadradinhos com “sim” e “não” aguardando o devido preenchimento. Dentro do […]

“O dia em que a minha vida mudou por causa ...


Esqueça qualquer expectativa que você tem com relação a essa adaptação. Sua imaginação não vai conseguir chegar aos pés da obra de John Cameron Mitchell. O filme, que ainda nem estreou nos cinemas estrangeiros, teve algumas sessões no Festival do Rio, chegando até a ser indicado ao Prêmio Felix – […]

How to talk to girls at parties, de John Cameron ...


Texto: Analu Bussular // Arte: Raquel Thomé Na maioria das vezes, quando uma pessoa de um país se destaca ao redor do mundo, é tratada como um herói nacional por seus conterrâneos. Aí então eu me pergunto: qual o nosso problema? Paulo Coelho está na lista de mais vendidos de […]

“Brida”, Paulo Coelho



Texto: Lorena Pimentel, Paulo V. Santana, Rovena Naumann // Imagem: Intrínseca Lorena: olá e bem-vindos à nossa discussão sobre “Tartarugas Até Lá Embaixo”, livro novo do John Green. Pra contextualizar: eu conheci e li o John pela primeira vez em 2008, e vocês? Paulo: Oie! Eu conheci em 2010, quando […]

Tartarugas Até Lá Embaixo: uma conversa


Arte: Luísa Granato Ter medo do escuro é ter medo daquilo que nós não vemos. Quando você é criança, pode ser o nervosismo em relação a monstros esquisitos e que vão puxar seu pé para baixo da cama, mas na vida adulta os monstros são outros. Quando não vemos, existe […]

Agora nós vemos – Editorial #35


Texto: Maria Raquel Silva // Arte: Gabriela Schirmer A casa em que moro é antiga. Do tipo assoalho de madeira corrido de ponta a ponta do cômodo, afundando em alguns locais. Área na frente e porta de madeira pesada com postigo. Vazamentos de cano constantes e reformas intermináveis. Um quartinho […]

O Fantasma da Minha Casa



Texto: Isabel Moraes Assim como qualquer outro serviço médico, o diagnóstico de uma doença mental é um privilégio – um privilégio doloroso, mas um privilégio. Ter acesso aos serviços de um psiquiatra ou psicólogo não é difícil apenas por motivos financeiros (embora esta seja uma problemática central) mas também por […]

O doloroso processo de um diagnóstico


Texto: Sofia Soter O tema da Pólen de setembro é “invisível” e setembro é também o mês da visibilidade bissexual. No que diz respeito à representação de personagens bissexuais na ficção, nós vemos alguns padrões que se repetem, e que reproduzem percepções comuns (e errôneas/preconceituosas) sobre bissexuais: a fetichização de […]

A multiplicidade necessária de personagens bissexuais


Texto: Lorena Pimentel // Foto: Luísa Granato Pensando na importância – ainda mais no momento em que vivemos, que (ainda) normaliza opressões – de trazer cada vez mais leituras com temática LGBT+, tanto para nós quanto para nossos leitores, perguntamos no twitter quais livros tinham representações legais da temática. Nossos […]

20 livros LGBT+ para colocar na estante



Não sou crítica do Pitchfork e nunca tive nenhum tipo de educação musical, mas sou fã de muitas coisas e, entre elas, do Broken Social Scene. O BSS é um supergrupo canadense que foi levemente revolucionário para o cenário indie, sendo responsável por lançar artistas como a Feist e o […]

Quase em casa, uma crítica de Hug Of Thunder


“Vocação” é uma palavra um pouco forte, principalmente quando tratamos de escrita. Meus primeiros “gurus” neste aspecto foram Neil Gaiman e Stephen King, dois grandes defensores da necessidade da prática constante do ato de escrever para a melhora – de acordo com este primeiro, inclusive, não existe nada como um […]

“Romancista como vocação”, de Haruki Murakami


Arte: Raquel Thomé // Texto: Marília Moreno Eu sou a sombra do que me ensinaram. E esse conteúdo nunca foi bom. Nunca estive dentro do chamado satisfatório. Cresci literalmente tentando me encaixar nas roupas, nos gestos, na língua e nos sapatos. Fui moldada a ser disforme. Incompleta. E por minha […]

A sombra que me ensinaram



Oito meses se passaram desde as aventuras de Amani em A rebelde do deserto e a mensagem da rebelião está se propagando. A fama da Bandida de Olhos Azuis também está se espalhando pelo deserto e este lado de Amani é quase uma lenda, ainda que algumas histórias sejam mentiras. E ainda […]

“A traidora do trono”, Alwyn Hamilton


Arte: Marília Pagotto O que você faria se fosse invisível? Na ficção, a invisibilidade é rara e invejável, dada a super-heróis em acidentes espaciais, ou passada a um “escolhido” por meio de um conveniente objeto mágico, e sempre promete grandes possibilidades e aventuras. Na vida real, lutamos pela visibilidade. Nas […]

Invisível – Editorial #34


Texto: Marília Moreno // Ilustração: Raquel Thomé Quem aqui sabe como viver sem criar expectativas? Difícil. Eu mesma vivo tentando me controlar. A expectativa está muito colada ao desejo, o que torna sua compreensão bem mais complexa. O problema maior da expectativa é que ela gera dor. Muita dor. Nós […]

Alimentando expectativas



    Sempre fui fascinada pelo livro de receitas de minha mãe. Minha paixão pela literatura – ou mais especificamente pelos livros – transcende minha incompetência culinária. Já tentei várias receitas ali presentes. Algumas deram certo, mas a maioria acabou saindo extremamente errado. Não que isso me impeça de continuar […]

Herança de Família


Texto: Ariel Carvalho Quando se é vegetariano ou vegano, uma das perguntas mais comuns que fazem é: “por que você parou de comer carne?” A verdade é que não sei bem como responder essa pergunta, e nem sei em que momento decidi não comer mais. O que lembro é que, […]

Sobre ser vegetariana


Texto: Lara Matos // Arte: Gabriela Amorim Tem umas comidinhas que aparecem nos livros que têm um apelo especial. Nessa primeira parte, vou passar algumas receitas salgadas, com alguns truques, comentários e adaptações para deixar mais fácil a empreitada na cozinha. As receitas daqui foram compiladas de livros que eu […]

Das páginas para a cozinha