Texto: Fernanda Menegotto // Imagem: Amazon Publishing Na pequena cidade de Worthy, Georgia (pop. 4,162), três líderes de torcida possivelmente alcoolizadas andando num carro conduzido por uma adolescente sem carteira se envolvem em um acidente de carro; no outro lado, um garoto com pouca experiência na direção que estava no […]

“When We Were Worthy”, Marybeth Mayhew Whalen


Talvez você já tenha ouvido falar em financiamento coletivo: é que ajuda a tirar do papel vários projetos independentes e cada pessoa contribui um pouquinho para fazê-los acontecer. Nós, do editorial da Pólen, achamos que o financiamento coletivo é a forma ideal de ajudar a manter o site no ar. […]

Apoie a Pólen: financiamento coletivo


Era estranho voltar para casa depois de tanto tempo. Nada estava igual, com exceção da árvore no quintal. O outono derrubou as folhas alaranjadas que se quebravam sob os pés da jovem que ia em direção a porta. Em baixo do capacho, uma pequena chave amarela meio enferrujada se contrastou […]

A árvore do nosso quintal



Arte e foto: Luísa Granato  Sejamos sinceros: não dá pra falar a verdade o tempo todo. Foi isso que escrevemos aqui, três anos atrás, no primeiro editorial da Pólen. Aquele editorial, ainda que não intencionalmente, era uma versão nossa de “duas verdade e uma mentira”: não que soubéssemos disso, mas […]

Glitter no chão – Editorial #37


O Brasil é considerado um país de não-leitores. Segundo a pesquisa “Retratos da Leitura no Brasil” do Instituto Pró-livro realizada em 2011, o brasileiro lê em média 4 livros por ano, sendo somente 2,1 deles inteiros. Então, torna-se interessante saber como os leitores brasileiros se formam para que possamos influenciar […]

Raízes na leitura


Há quase três anos, a caminhonete do meu tio carregava a minha geladeira e o meu colchão. Ele e os meus pais arrumaram a minha, naquele momento, futura micro-casinha. Ela ficava na rua de nome de escritor, tinha menos de 20m² e era fruto do carinho deles. Antes de chegarem […]

A flor que vale



A raiz é a base da planta. Aquilo que a sustenta, nutre e faz crescer. Não por acaso, acredito que família tem tudo a ver com isso. Eu cresci numa família muito unida, cheia de gente, de encontros, de risadas e de brigas também, porque faz parte. E família, pra […]

De onde eu vim, pra onde eu vou


Texto: Marina Cavalcante Diogo: Então, Kaian, tu tá dizendo que pra pessoa amadurecer tem que sair de casa?!   Kaian: Não necessariamente, Di, mas todo mundo sabe que sair de casa mexe com o seu amadurecimento. Você tem que administrar aquele dinheiro, seus horários, as contas… A vida, né, manas. […]

14km


A vida de um leitor ávido, assim como eu, é cheia de infinitas narrativas e universos. Através dos livros, podemos ser transportados para realidades alternativas à nossa e imaginar mundos repletos de possibilidades. As histórias dos personagens que acompanhamos acabam se tornando, boa parte das vezes, uma extensão da nossa. […]

Das raízes pessoais às origens de personagens



Arte: Danielle Arêa Leão Dantas Quando você pensa em ficção científica, o que vem primeiro à sua mente? Naves espaciais, guerra nas estrelas, viagens interplanetárias e heróis lutando com sabres de luz? Tudo bem, a ficção científica pode ser tudo isso, mas antes ela foi a história de uma menina […]

Mary Shelley: a ficção científica pelas mãos de uma garota ...


No filme alemão A Onda, um professor de história irreverente busca uma maneira alternativa de explicar o surgimento e aceitação generalizada do nazismo na Alemanha, o que resulta num experimento que logo foge do seu controle e tem consequências devastadoras. Se a ideia de implantar dentro de uma sala de […]

Lembrar, nunca esquecer: Anne Frank – A biografia ilustrada


Arte: Gabriela Schirmer // Texto: Lara Matos Eu tinha muita curiosidade sobre meu nome, que foi escolhido por meu padrinho e aceito por meus pais em uma espécie de estalo. Descobri que seu significado é mais mágico do que eu podia esperar, e que também foi um pouco profético sobre […]

A História do Meu Nome (ou tudo o que tenho ...



Eu falei aqui sobre algumas poetas contemporâneas que fazem da poesia algo diferente das escritoras que somos ensinados a aprender na escola. Essas mulheres trazem o amor romântico e a solidão em seus versos, mas de forma mais crua, menos lírica. E o bônus sobre elas é que dialogam diretamente […]

“the princess saves herself in this one”: uma busca por ...


Texto: Debora Theobald Ou: Quanto mais clichê (s), melhor. Você certamente já ouviu a palavra clichê. E, provavelmente, ao ler isso deve ter tido um dessas reações: seus olhos brilharam e seu coração se aqueceu ao imaginar todos os clichês possíveis que você tem conhecimento. Ou, claro, a reação provavelmente […]

“Qualquer Clichê de Amor”, org. Nathália Campos


Não sei bem o que eu estava esperando quando comecei a ler Sempre vivemos no castelo de Shriley Jackson. Talvez estivesse esperando monstros e sangue; um terror tradicional. Apesar de não ter me dado isso, Castelo me fez entrar na mente de Merricat Blackwood (ou Mary Katherine) e, ainda assim, me deixou apavorada. Merricat […]

“Sempre vivemos no castelo”, Shirley Jackson



Quando a carta de Fernanda chegou, Pedro estava no fundo da casa. Havia acabado de dar o milho às galinhas, que ciscavam vorazmente sob seu olhar distraído. Ajeitou o chapéu para melhor se proteger do sol escaldante. Meteu um talo fino de mato nos lábios antes de correr os dedos […]

Laranjeira


Arte: Natália Damião // Texto: Paloma Engelke No início, eu estava no escuro. Aconchegada com várias iguais a mim, em silêncio absoluto, descansando à espera de algo que ainda não sabíamos o que era. Então veio um chacoalhão, um barulho de algo sendo rasgado, e uma luz muito forte invadiu […]

Minha vida com você


Arte: Bianca Albino A primeira vez que me colocaram a questão “se uma árvore cai numa floresta e não tem ninguém por perto para ouvir, ela faz barulho?”, eu não entendi bem qual era a dúvida. Eu não pensei muito, mas parecia óbvio para mim que o som da árvore […]

Até as raízes – Editorial #36



Texto: Ariel Carvalho Era para ser um filme B de horror, uma espécie de homenagem e sátira aos filmes de terror da época, mas acabou se transformando no maior clássico cult. O filme tem o recorde de maior tempo de exibição – há um cinema em Munique que o exibe […]

Rocky Horror Picture Show


Histórias de época contadas com olhos modernos têm sempre suas vantagens. Podem mostrar camadas e tipos sociais que as obras do período ignoraram por preconceitos, tabus ou simplesmente por acharem que o assunto não seria interessante o suficiente. As histórias de época que trazem a tona narrativas ignoradas são importantes, […]

Os mistérios de Miss Phryne Fisher


Texto: Cláudia Cruz // Arte: Elisa Gergull A bruxa colocou no caldeirão cinco gotinhas de baunilha, sem parar de bater a massa. Ela nunca havia tentado essa receita antes, e apesar do cheirinho bom de algodão doce, a mistura não estava nada atraente aos olhos. A fumaça rosa que começou […]

Velha infância



Texto: Gabriela Martins // Arte: Marília Pagotto Carina considerava um ataque pessoal seus pais não terem jogado fora o Charlie Brown e a Grande Abóbora da Manuela. Ela tinha tentado por conta própria, mas sempre que escondia o DVD, Manuela encontrava. Sempre que tentava guardar a caixa sem o disco […]

Manuela e a Abóbora Gigante


Vou começar este texto falando sobre Einstein. Como assim? O que ele descobriu científica e “objetivamente” sobre o tempo é um dos pontos-chave para a leitura de cartas: a relatividade do tempo, como ele é um conjunto de percepções que não obrigatoriamente segue o enquadramento de dias, semanas, meses e […]

Embaralhados


Mia levava uma vida normal e tranquila de garota normal e tranquila do sexto ano. Até encontrar aquele pacote misterioso com um bilhete misterioso que continha uma única frase: “quer sentar do meu lado hoje na perua?” e dois quadradinhos com “sim” e “não” aguardando o devido preenchimento. Dentro do […]

“O dia em que a minha vida mudou por causa ...



Esqueça qualquer expectativa que você tem com relação a essa adaptação. Sua imaginação não vai conseguir chegar aos pés da obra de John Cameron Mitchell. O filme, que ainda nem estreou nos cinemas estrangeiros, teve algumas sessões no Festival do Rio, chegando até a ser indicado ao Prêmio Felix – […]

How to talk to girls at parties, de John Cameron ...


Texto: Analu Bussular // Arte: Raquel Thomé Na maioria das vezes, quando uma pessoa de um país se destaca ao redor do mundo, é tratada como um herói nacional por seus conterrâneos. Aí então eu me pergunto: qual o nosso problema? Paulo Coelho está na lista de mais vendidos de […]

“Brida”, Paulo Coelho


Texto: Lorena Pimentel, Paulo V. Santana, Rovena Naumann // Imagem: Intrínseca Lorena: olá e bem-vindos à nossa discussão sobre “Tartarugas Até Lá Embaixo”, livro novo do John Green. Pra contextualizar: eu conheci e li o John pela primeira vez em 2008, e vocês? Paulo: Oie! Eu conheci em 2010, quando […]

Tartarugas Até Lá Embaixo: uma conversa



Arte: Luísa Granato Ter medo do escuro é ter medo daquilo que nós não vemos. Quando você é criança, pode ser o nervosismo em relação a monstros esquisitos e que vão puxar seu pé para baixo da cama, mas na vida adulta os monstros são outros. Quando não vemos, existe […]

Agora nós vemos – Editorial #35


Texto: Maria Raquel Silva // Arte: Gabriela Schirmer A casa em que moro é antiga. Do tipo assoalho de madeira corrido de ponta a ponta do cômodo, afundando em alguns locais. Área na frente e porta de madeira pesada com postigo. Vazamentos de cano constantes e reformas intermináveis. Um quartinho […]

O Fantasma da Minha Casa


Texto: Isabel Moraes Assim como qualquer outro serviço médico, o diagnóstico de uma doença mental é um privilégio – um privilégio doloroso, mas um privilégio. Ter acesso aos serviços de um psiquiatra ou psicólogo não é difícil apenas por motivos financeiros (embora esta seja uma problemática central) mas também por […]

O doloroso processo de um diagnóstico